LIVRE DE NEMATÓIDES

Atualmente uma das qualidades mais apreciadas e também exigidas por vários países importadores de nossas sementes de forrageiras (além da pureza e germinação) é a qualidade fitossanitária.
Os fitonematóides (microorganismos com estudos recentes) são considerados uma espécie de vermes do solo e atacam plantas de vários cultivos.
Hoje através de um estudo patrocinado pela Matsuda, a Unesp (Universidade Estadual Paulista) de Jaboticabal-SP, identificou os nematoides que atacam diversas culturas agrícolas e que podem ser disseminados por sementes de forrageiras.
Esse estudo continuou com o desenvolvimento de processos que visam eliminar os nematóides das sementes de forrageiras e atualmente está sendo pesquisadas tecnologias e produtos que evitam a infestação das sementes no campo.
Para regiões agrícolas e principalmente aquelas que adotam o sistema de integração Lavoura-Pecuária, que não querem problemas com nematoides, como exemplo o caso da Heterodera Glicynes na cultura da soja. A Matsuda comercializa lotes de sementes livres deste nematoide.
A empresa comercializa ainda lotes de sementes livres de escleródios do fungo Sclerotinia Sclerotiorum, responsável pela doença conhecida como “mofo branco”.

TRATADA COM FUNGICIDA, POLÍMERO E INSETICIDA

(TRATAMENTO COM INSETICIDA É OPCIONAL)

O tratamento com fungicida tem o objetivo de proteger as sementes contra fungos de armazenamento e também contra fungos de solo. Esta proteção pode chegar até 6%, ou seja, uma semente tratada com fungicida pode obter maior quantidade de plântulas germinadas por metro quadrado.
Os fungos que podem atacar e prejudicar as sementes são Pythium e Fusarium principalmente, afetando diretamente a quantidade de plantas por metro quadrado. Para o tratamento de sementes, a Matsuda utiliza produto com registro para forrageira, o Maxim XL. As sementes de forrageiras da Matsuda podem ser tratadas também com inseticida, que tem por objetivo proteger as sementes e as plântulas germinadas (por até 30 dias) contra ataques de formigas, cupins, gafanhotos, grilos, coró, centopéia, etc. Os produtos utilizados são o Cruiser ou Standak, ambos os produtos com registro para as forrageiras.
No tratamento das sementes com fungicida e inseticida é utilizado um polímero da Incotec, produto este inerte e atóxico que melhora a qualidade do tratamento. O polímero adere melhor estes produtos nas sementes, evitando que contaminem o meio ambiente, pois isso ocorre mesmo com chuvas intensas. Por isso também o polímero evita riscos de intoxicação do trabalhador que manipula estas sementes durante o plantio.

ESCARIFICADA QUIMICAMENTE

A escarificação é um processo químico onde as glumas e páleas (tegumento) das sementes são eliminadas. Este processo químico ajuda a diminuir o problema de dormência de algumas sementes.
Como o tegumento das sementes foi eliminada a absorção de água e oxigênio pelas sementes é facilitada, contribuindo para a uniformização e rapidez da germinação.
Outra característica deste tratamento é que as sementes de “meia-grana” são eliminadas, ou seja, aquelas sementes que não completaram a maturação fisiológica, mas que são consideradas sementes puras. Em um lote de sementes de B. brizantha cerca de 10% destas sementes são eliminadas na escarificação, restando somente as sementes de alto vigor e boa germinação.
Na escarificação química ovos de insetos como a cigarrinhas são eliminadas. Alguns países importadores de sementes de forrageiras exigem que este tratamento seja feito para evitar riscos de transmissão do vírus da febre aftosa.

INCRUSTADA COM MATERIAL ESPECIAL

Esta tecnologia é utilizada há vários anos por sementes de hortaliças, de tabaco, de florestais e até mesmos as sementes de ornamentais. Não trata apenas de recobrir as sementes com qualquer material inerte, muito utilizado por empresas que ainda não detêm este processo. Por isso é comum utilizarem calcário, Superfosfato simples, caolim, areia e outros materiais.
A tecnologia utilizada pela Matsuda para incrustar suas sementes é da Incotec, uma empresa de origem holandesa, líder do mercado de tratamento e revestimento de sementes em vários países. O know-how da Incotec no tratamento e revestimento de diversas sementes como hortaliças, tabaco e flores, permitiu desenvolver produtos e tecnologias de revestimento para as sementes de forrageiras da Matsuda. Esta parceria com a Incotec é de longos anos, onde o primeiro produto desenvolvido foi um polímero para substituir os corantes utilizados nos tratamentos com inseticidas e fungicidas.
A incrustação da Incotec não interfere na qualidade das sementes, melhora a plantabilidade, facilita a regulagem das plantadeiras, melhora a eficiência da germinação (diminui os riscos de perdas), são tratadas com polímeros e fungicida (Maxim XL), com a opção de tratar também com inseticida.

ALTA PUREZA

Para obter alta pureza dos gêneros Brachiaria e Panicum as sementes são submetidas ao processo de limpeza durante o beneficiamento.
A limpeza dos diversos lotes de sementes é realizada de acordo com os resultados de análises obtidas no Laboratório de Análise de Sementes Matsuda (LASM), o primeiro laboratório credenciado pela ISTA (International Seed Testing Association) no Brasil e o primeiro laboratório particular a ser credenciado em todo o mundo.
Com estes resultados, as impurezas (terra, torrão, palha, semente chocha, etc) são separadas das sementes nos diversos equipamentos existentes na UBS da empresa, por diferença de tamanho, de peso e inclusive por diferença de cor, em equipamentos com sensores fotoelétricos.
Com as sementes de alta pureza não transportamos material inerte ou mesmo impureza, isso diminui os custos com frete, facilita o plantio, diminui a mão de obra, diminui os custos com trator e equipamentos, diminui os riscos de introduzir ervas daninhas indesejáveis, etc. Em alguns casos, a empresa pode comercializar lotes de sementes livres de alguns nematóides fitopatogênicos (Heterodera glicynes, Pratylenchus, etc) e também livres de esclerócios de fungos (Sclerotinia).

ALTO RENDIMENTO A CAMPO

Este rendimento está associado diretamente com a qualidade das sementes (física, fisiológica e sanitária) e também com os tratamentos realizados (fungicida, inseticida, polímero e incrustação).
As sementes da Série Gold Matsuda (Sementes de alta pureza, sementes escarificadas, sementes tratadas com polímeros, sementes tratadas com fungicidas, sementes tratadas com inseticidas e as sementes incrustadas) possuem auto rendimento a campo, são utilizadas em uma menor quantidade por hectare e produzem uma maior quantidade de plantas por metro quadrado. Tudo em função da qualidade e dos tratamentos.
Os tratamentos e a incrustação diminuem as perdas durante a germinação no campo. A semente incrustada da Série Gold Matsuda apresenta perda de somente 4% na germinação, enquanto que nas sementes de menor valor cultural as perdas são de no mínimo 30%.

Sendo assim a semente Incrustada da Série Gold Matsuda apresenta alto rendimento, e benefícios como:
- Germinação uniforme
- Germinação vigorosa
- Plântulas sadias
- Proteção contra fungos
- Facilidade de plantio
- Menor risco
- Nutrientes na composição
- Não são com posições carregadas por formigas
- Menor quantidade de sementes por metro quadrado
- Maior rendimento no plantio

Topo